Como transportar remédios no avião?

Vai viajar dentro do Brasil ou para o exterior? Levar sua medicação é muito importante, por isso nós dedicamos este post para te dar dicas de como a transportar!

Como transportar remédios no avião?

Mesmo em viagens, não dá para descuidar da saúde. E se você faz uso de medicamentos controlados é imprescindível levar o que for necessário. Até porque ir à uma farmácia em outro país pode ser difícil, principalmente se você não domina o idioma

Para te ajudar com as dúvidas de onde e como transportar nós separamos dicas importantes! Confira:

 

Viagens internacionais
 

Levar medicamentos para outros países não é algo proibido, tão pouco existe uma legislação específica que engloba todos os destinos. Por isso, é preciso que você pesquise as curiosidades e normas do local em que você irá, evitando, assim, problemas.

Uma dica importante, quanto a remédios controlados, é conversar com seu médico e levar a receita e a bula em inglês. Assim, caso a fiscalização questione, você poderá comprovar a necessidade do uso. Melhor prevenir, não é mesmo?


Como funciona em viagens nacionais?


Medicamentos para uso próprio não precisam de autorização pela autoridade sanitária, para a entrada no Brasil. Porém, o recomendável é que se tenha a prescrição médica para comprovar a necessidade do uso dentro do avião.


Onde levar os remédios?


Cada companhia aérea pode ter diferentes especificações sobre o transporte de medicamentos, mas basicamente você deve os levar em sua bagagem de mão. Afinal, você pode precisar deles dentro do avião e, ainda, facilita aos profissionais na hora da fiscalização. 



Como transportar os medicamentos?


Os padrões exigidos pela Anvisa orientam que medicamentos líquidos, sem prescrição médica, devem estar em embalagens de até 100 ml. Nesta exigência estão incluídos medicamentos como xaropes e sprays, além de cremes, pomadas, etc. Além disso, somados os utensílios e remédios, os líquidos não podem ultrapassar 1 litro.

Também, é exigido que eles estejam em sua embalagem original, de preferência plástica, transparente e fechada.

Mas, é importante lembrar que, além das orientações da Anvisa, cada país possui suas próprias normas, por isso é importante verificar antes de embarcar.

 

O que levar em minha farmácia preventiva?

 

Se você não domina muito bem a língua do país que irá visitar, mesmo que não use medicamentos controlados, é importante levar seus próprios medicamentos, tudo de acordo com as exigências específicas.

Para te ajudar a montar um kit prevenção, separamos alguns itens básicos que podem ser úteis:

  • Curativos adesivos;

  • Medicamento para enjoo, gripe, febre e dores de cabeça, muscular ou de estômago;

  • Remédio para cólica;

  • Antialérgico.

 

Desejamos a todos uma viagem super tranquila. Mas é sempre bom estar prevenido, não é mesmo? Por isso, outra dica importante é lembrar do seguro-saúde, que é muito necessário em casos de acidentes ou consultas médicas. Confira nosso post sobre dicas para planejar uma viagem!

What's Your Reaction?

like
1
dislike
0
love
0
funny
0
angry
0
sad
0
wow
0