Desvendando o Marrocos: dicas de como visitar o país e pontos turísticos importantes

Viaje para o Marrocos e descubra novos lugares, sabores e uma cultura riquíssima.

Desvendando o Marrocos: dicas de como visitar o país e pontos turísticos importantes

Muita gente não sabe, mas o Marrocos é um dos destinos na África mais procurados por turistas devido a sua cultura irreverente, culinária incrível e paisagens únicas. Ele está localizado ao norte da África e conta com nove espaços categorizados como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. São eles:

- Medina de Marrakesh;
- Cidade de Rabat;
- Sítio Arqueológico de Volubilis;
- Medina de Essaouira (Ex-Mogador);
- Ait-Ben-Haddou;
- Medina de Fez;
- Cidade de El Jadida (Mazagan);
- Cidade de Meknes;
- Medina de Tétouan (Ex-Titawin).

Em torno de todos os passeios que uma viagem ao Marrocos pode oferecer, esses são os pontos mais interessantes de se visitar, mas não espere conseguir conhecer todos em uma única ida até o Marrocos, alias, essa acaba se tornando a desculpa perfeita para poder voltar até lá, não é mesmo?

É importante saber que o Marrocos é um país de religião muçulmana, em sua maioria, porém a cultura turística é bastante permissiva e moderna. Claro que é necessário conhecer os costumes do local para respeitar as tradições dos habitantes.

Durante o Ramadã, por exemplo, um mês sagrado para os muçulmanos, há várias alterações importantes que impactam diretamente no turismo, como horários de visita em pontos turísticos e até no atendimento de regiões comerciais e restaurantes.

O Ramadã não é celebrado em uma data específica do ano, já que segue o calendário lunar islâmico, então é muito importante verificar a data da sua viagem em relação ao Ramadã.

De uma forma geral, o Marrocos pode chocar os brasileiros por conta da cultura, costumes e religião. O país tem a Monarquia Constitucional como forma de governo e o rei, Maomé VI, é quem escolhe o primeiro ministro e outros representantes políticos.

Mas esse país é encantador e cheio de detalhes indescritíveis. Conheça alguns deles e dicas importantes antes de planejar a sua viagem:

Documentação

Imagem: Carpe Mundi

O Marrocos não exige apresentação de visto para brasileiros então, para visitar o país basta apenas portar o passaporte válido com 6 meses no mínimo.

O país também não pede o Certificado Internacional de Vacinas ou qualquer outra dosagem específica.

Não esqueça do seguro viagem, extremamente importante principalmente em países em que a culinária é bem diferente da nossa. O seguro viagem é diferente do seguro saúde mas também cobre muitos incidentes, que podem acontecer em qualquer viagem.

Turismo cultural

Imagem: Um Pouquinho de Cada Lugar

O Marrocos é um país que está repleto de costumes e tradições incríveis. Marrakech, também conhecida como cidade vermelha, é o centro de turismo do Marrocos e recebe milhares de turistas todos os anos. É em Marrakech que está localizada a Medina, que é uma área da cidade entre muralhas que foram construídas para proteger o local. É a região mais tradicional e antiga de Marrocos. Em Marrakech é importante colocar no seu roteiro o Palácio Bahia, as Tumbas Saadianas, o Jardim Majorelle, a Souk Semmarine e a Praça Jemaa El Fna.

O Deserto do Saara é um dos locais que mais atraem turistas durante uma viagem para o Marrocos. Saem passeios diariamente direto de Marrakech para o deserto e você pode escolher dois pontos para visitar: Merzouga e Zagora. Os passeios para o deserto incluem uma tenda para a pernoite e passeios por pequenas cidades próximas ao deserto.

Ao sul de Tanger, está localizada a cidade de Asilah repleta de belezas, como sua simples arquitetura estampada nas casinhas brancas com detalhes em azul.

E quem está a fim de ficar em um local mais moderno vai adorar se aventurar por Agadir, uma cidade repleta de resorts e bem diferente do que imaginamos quando pensamos no Marrocos como destino.

O Vale de Dadés e as Gargantas de Toudra são locais paradisíacos, daqueles que você só imagina ver em quadros. As atrações estão rodeadas por oásis em meio a regiões desertas do Marrocos e valem a visita.

O Deserto de Erg Chebbi é muito buscado por turistas também por suas dunas belíssimas que podem ser desvendadas em passeios super divertidos de 4×4.

Já a cidade de Fés é um dos principais pontos turísticos. Ela tem a maior cidade medieval Islâmica do mundo, que também é uma medina, e seus mercados oferecem opções super diferenciadas para as compras, inclusive de souvenirs.

Casablanca é a cidade mais populosa do Marrocos e, consequentemente, é a maior potência industrial do país. Não é exatamente um destino turístico, mas atrai muitos visitantes por lembrar as cidades da Europa.

Turismo gastronômico

Imagem: Love e Road

Além das belezas naturais e arquitetônicas, o Marrocos tem uma culinária maravilhosa. Entre os ingredientes e pratos principais desse lugar incrível estão o chá de menta, o tajine, o couscous e o queijo de cabra. Os temperos utilizados na culinária no Marrocos são bem fortes e notáveis, como o alho, a pimenta, a canela, o açafrão, o cominho e o gengibre, porém tudo muito delicioso.

O tajine, por exemplo, é um guisado, uma espécie de ensopado, e leva esse nome por conta da travessa de barro em que é servido. Existem diversas receitas de tajine e elas podem levar carne bovina, carne de carneiro, peixe, frango e até mariscos, sempre acompanhadas de muitos legumes.

Apesar da carne vermelha ser muito utilizada, o peixe é bem famoso nas regiões costeiras do Marrocos, inclusive em receitas grelhadas.

Para os turistas é uma grande festa de sabores conhecer o Marrocos e existem restaurantes ótimos para experimentar. Em Marrakech mesmo, existem as famosas bancas de comida localizadas na famosa Praça Djemaa el-Fna, perfeitas para degustar a comida realmente tradicional do Marrocos. Mas, se você preferir buscar opções mais diversificadas e com influência ocidental, vai encontrar diversos restaurantes nessa mesma área.

Falando em cidades costeiras, a região de Essaouira é destaque para comer bem, contando até com restaurantes italianos. Na região de Fés também existem diversas opções de restaurantes maravilhosos, incluindo o Café Clock que oferece um hambúrguer de camelo inusitado e surpreendente.

Onde se hospedar?

É importante ressaltar que durante a alta temporada os hotéis no Marrocos ficam mais caros. Além disso, nesse período as temperaturas são bem altas, então é preciso ficar atento, se hidratar bem e tomar cuidado com o sol.

O verão no Marrocos acontece entre os meses de junho e setembro, quando a temperatura chega a ultrapassar os 40 °C. Já o inverno, que ocorre de dezembro a março, tem os pontos de temperatura mais baixa a noite, quando chega a fazer 5 °C.

Como a maioria dos pontos especiais, restaurantes e atrações estão localizados em Marrakech, mais precisamente na Medina, o ideal é se hospedar nos arredores dessa região. Na área da Medina não é permitida a circulação de carros e as ruas e vielas não são muito iluminadas, então é necessária muita atenção durante os passeios noturnos, apesar da região ser bem segura.

Dicas gerais

Imagem: Kangaroo Tour

O momento de fazer as malas é bem pessoal e complicado. Mas existem alguns itens que não podemos esquecer de levar em uma viagem para o Marrocos, como tênis e roupas leves, de mangas longas. Isso ajuda muito a proteger a pele do sol. Não esqueça de levar protetor solar também.

Como já mencionamos, o Marrocos é um país mais liberal, mas mesmo assim é importante respeitar as tradições locais, por isso, principalmente as mulheres, leve sempre um lenço para cobrir os ombros e utilize roupas que cubram os joelhos também.

Uma questão engraçada, mas extremamente importante a ser ressaltada é com relação aos banheiros no Marrocos. Lá, os banheiros não contam com vasos sanitários, claro com exceção dos banheiros de hotéis e restaurantes, além dos locais voltados para o turismo. Porém, esses lugares podem cobrar pelo uso do sanitário e também pelo uso do papel higiênico.

A religião no Marrocos não permite o consumo de bebidas alcoólicas, principalmente em lugares públicos. Por isso, mesmo nos hotéis e restaurantes as bebidas são muito caras.

Se você se perder durante os longos passeios no mercado ou na Medina e precisar pedir informação, não fique assustado se algum habitante local cobrar por essa informação. Isso é muito comum no Marrocos, assim como o fato dos turistas se perderem.

Muita gente questiona se o Marrocos é um país seguro para turistas. A verdade é que a preocupação principal que os turistas devem ter é com os batedores de carteira espalhados pelo mercado e pelas medinas. Em geral, não há com o que se preocupar e é possível andar com celulares, câmeras e bolsas com tranquilidade.

Os mercados no Marrocos são muito famosos pelas longas negociações. Você não vai encontrar um preço fixo nos produtos, porque tudo lá é negociado, inclusive os táxis. Isso é muito bacana, porque por muitas vezes os valores podem cair pela metade do preço.

Em resumo, a viagem para o Marrocos é perfeita para quem ama passeios históricos, vistas de tirar o fôlego, uma culinária deliciosa e uma cultura singular bem diferente da nossa aqui no Brasil. E, então, topa embarcar para o Marrocos? Aqui no site você encontra opções de voos e passagens aéreas, além de hospedagem, confira.

What's Your Reaction?

like
0
dislike
0
love
0
funny
0
angry
0
sad
0
wow
0