Macau: a cidade asiática colonizada pelos portugueses

Macau: a cidade asiática colonizada pelos portugueses

Você já ouviu algo sobre a cidade asiática onde se fala português? Sim, isso existe. A região de Macau, localizada na costa sul da China continental foi colonizada por portugueses entre 1557 e 1999. Desde então a cidade possui autonomia política e jurídica, mas deve se integrar à China em 2049, conforme firmado no acordo realizado entre Portugal e China no final da década de 90.

 Na verdade, menos de 3% da população macaense domina o português. Atualmente a língua mais falada na região é o cantonês. Porém a administração da cidade continua sendo bilíngue. Isso significa que as placas das ruas, por exemplo, estão tanto em português, quanto em cantonês, línguas oficiais.

Placas de rua de Macau (Imagem: Unsplash/Elton Yung)

Influência portuguesa

Os 442 anos de domínio lusitano criaram uma verdadeira fusão cultural. Além do patuá macaense, um outro idioma que mistura português e chinês, a gastronomia e a arquitetura de Macau lembram muito as da “terrinha”.

O seu centro histórico, hoje patrimônio mundial da UNESCO, surpreende pelos prédios barrocos tradicionais portugueses, parecidos com os que temos nos bairros consagrados de Salvador, Paraty e Ouro Preto. Uma das construções em destaque são as Ruínas de São Paulo, os restos de uma igreja que foi destruída por um incêndio em 1835. A fachada, porém, se manteve conservada, e denuncia claramente a influência europeia do período de colonização. É também um dos poucos símbolos cristãos na Ásia.

Ruínas de São Paulo no centro histórico de Macau (Imagem: Unsplash/Vernon Raineil)

Além disso, você pode encontrar facilmente restaurantes que servem galinhada portuguesa, bacalhau e até pastel de nata. A gastronomia, porém, também se misturou e deu lugar à culinária macaense, reconhecida pela UNESCO como a primeira comida de fusão do mundo. Um exemplo delicioso é o bolo de carne, porco, chouriço, pão e azeitonas, coberto com fatias de bacon crocante e queijo ralado, chamado Capela. Vale a pena provar.

Cassinos

Hotel Gran Lisboa em Macau (Imagem: Unsplash/Katie Manning)

Como se já não fosse curioso o suficiente encontrar um pedacinho de Portugal na Ásia, Macau também se destaca por ter cassinos que superam em 5 vezes o faturamento de Las Vegas. O jogo foi legalizado na década de 50 e representa atualmente 50% da economia da cidade. Os hotéis mais famosos que contam com espaços para jogatina são o Gran Lisboa, um enorme prédio espelhado com formato que lembra as águas de uma fonte, e o The Venetian que conta com uma réplica de Veneza. Não dá pra passar pela cidade sem conhecer.

Macau tem 30 km², praticamente o tamanho de um bairro de São Paulo. Isso significa que pode ser visitada em pouco tempo. Inclusive é possível fazer um bate-volta desde Hong Kong, já que o tempo entre as duas cidades de balsa é de apenas uma hora. Quer começar a planejar sua viagem pra Ásia? Então não marque bobeira e busque pelos melhores preços de passagens aéreas e hotéis no Viagens.com.br.

What's Your Reaction?

like
7
dislike
2
love
13
funny
2
angry
2
sad
4
wow
1