Primeira viagem para o exterior? Confira 10 dicas para se planejar

É a primeira vez que você viaja para fora do país? Que ótimo! Mas antes de embarcar é sempre bom se planejar e conferir algumas dicas para tornar essa viagem inesquecível.

Primeira viagem para o exterior? Confira 10 dicas para se planejar

A primeira viagem ao exterior ninguém esquece: ansiedade, frio na barriga, cheque list dos documentos, além daquela última consulta ao roteiro de viagem.  Parece que a preparação para que tudo saia perfeito não tem fim. Mas você sabia que existem algumas dicas que podem ajudar na hora de planejar sua primeira ida ao exterior?

Separamos dez delas para você se preparar com calma e não esquecer os detalhes mais importantes que vão tornar essa viagem inesquecível e perfeita. Confira:

1. Documentos

Se você está planejando uma viagem ao exterior, com certeza já deve ter um passaporte ou está em vias de retirá-lo. O passaporte é o documento mais importante, pois somente ele irá permitir que você saia do nosso país para visitar outros.

Outro documento importante para visitar alguns países é o visto. Nem todos os países o visto é obrigatório, como os da América Latina, por exemplo - para os quais você pode ir, inclusive, com o próprio RG -, mas em alguns outros, como alguns da Europa e para os Estado Unidos é imprescindível a apresentação do visto para entrada.

Não esqueça também da vacinação. Alguns países exigem a dosagem de algumas vacinas para liberar a entrada. Outros exigem as dosagens das vacinas até se você for apenas fazer conexão. Então fique de olho se alguma vacina específica é necessária no país que você irá visitar ou nos países que você fará conexão, se for o caso.

Para cada um desses documentos, existem órgãos específicos para emissão e regulamentação, como a Polícia Federal, Consulados e hospitais credenciados para emitir o Certificado Internacional de Vacina.

Fique atento também nas datas de validade de cada um dos documentos e a data necessária para aprovação do Certificado Internacional de Vacinação.

2. Moedas e câmbio

Depois de sonhar muito e pesquisar tudo sobre o país que você quer tanto visitar, é importante ficar ligado nas alterações de câmbio da moeda respectiva do país, principalmente se o orçamento é mais curto. Em momentos de crise econômica global é normal que moedas, como o dólar e o euro, por exemplo, oscilem muito em comparação com o Real. Então é importante ficar de olho em cada alteração diariamente, assim fica mais fácil encontrar os melhores momentos para compra da moeda, podendo pagar muito mais barato no câmbio antes da viagem.

É importante saber que quanto antes você adquirir a moeda em espécie ou no cartão pré-pago para a viagem - que pode ser encontrado nas casas de câmbio - as chances de pagar mais barato são ainda maiores.

3. Passagens

Quando todos os documentos estiverem em ordem, você já pode começar a pensar nos próximos itens da viagem. Um deles é a passagem aérea.

Assim como a moeda e o câmbio, as passagens aéreas fazem parte dos primeiros itens que precisam ser avaliados para uma viagem internacional. Quanto antes você adquirir as suas passagens aéreas, mais chances você tem de trocar, caso encontre alguma promoção ou precise mudar algo no seu roteiro ou destino final.

Com antecedência você consegue encontrar, com mais facilidade, passagens com preço bom, melhores condições de pagamento e viagens mais confortáveis, ou seja, com menos conexões.

Existe uma série de sites especializados em busca de passagem aérea com os melhores preços, também, assim como algumas outras dicas para você encontrar sua passagem aérea mais barata, como horários melhores para compra e sites de milhagem que oferecem boas promoções.

Ainda sobre sites de milhagem, fique de olho se o seu cartão de crédito não te dá direito a milhas. Muita gente acaba não utilizando as milhas e pagando mais caro nas passagens sem necessidade.

4. Pesquise

Quando começamos a pensar na nossa primeira viagem internacional, acabamos, de certa forma, nos apaixonando pela cultura e tradições do local. É importante pesquisar e conhecer cada detalhe do país que irá visitar. Além de tornar a viagem ainda mais emocionante e imersiva, isso faz com que você esteja mais confiante durante a viagem e aproveite o passeio de uma forma mais completa.

Para complementar ainda mais a pesquisa do país que será visitado vale-tudo. Vídeos no YouTube, livros, guias digitais e impressos. A internet permite que você conheça outro lugar, mesmo sem nunca ter ido até lá. Você também pode conversar com pessoas que já visitaram esse país e até participar de grupos nas redes sociais que dividem dicas e dúvidas importantes.


5. Seguro

Nós nem precisamos explicar o quanto é importante ter um seguro para fazer a sua viagem internacional. Você estará em um país novo, diferente, com temperaturas nas quais você não estará acostumado, na maioria das vezes, e os remédios também são diferentes dos quais você costuma utilizar aqui no Brasil, então é extremamente importante você contratar o seguro antes da sua viagem.

Muita gente não sabe, mas o seguro viagem é diferente do seguro saúde. Você pode encontrar as duas opções para contratação, que são oferecidas por diversas empresas, inclusive por planos de saúde e seguradoras bem famosas no Brasil.

Qual a diferença entre eles? O seguro viagem vai assegurar também a sua bagagem, além do atendimento médico, traslados necessários, apoio jurídico, entre outros. Já o seguro saúde vai cobrir toda a despesa que você tiver relacionada com a sua saúde no exterior, incluindo a compra de medicamentos com ou sem receita fornecida pelo médico. Então não se esqueça de contratar os serviços do seu interesse e guardar todas as notas fiscais, tanto de atendimento médico, quanto de medicamentos comprados, para poder pedir o seu reembolso ao seguro quando chegar no Brasil.


6. Idioma

A maioria dos países da América e Europa aceita o inglês como uma língua universal, assim como o espanhol, e podem entender muito bem o nosso português, mas nem sempre vai ser fácil. É importante, principalmente se você não fala outra língua, pesquisar como esse país recebe os turistas e qual é o idioma mais falado e entendido, antes de marcar a viagem.

Alguns lugares que já estão acostumados a receber turistas em massa, como Itália, Portugal, Espanha e Estados Unidos, tentam entender o turista de qualquer forma, mas nem sempre vai ser assim. Então é importante estar preparado e buscar a melhor forma de ser compreendido nesse país que você vai visitar, para que a sua viagem seja ainda mais perfeita.

7. Orçamento

Apesar de estarmos falando do orçamento só agora, você precisa saber que ele é a parte mais importante do planejamento da sua viagem.

O seu orçamento vai dizer quantos dias você vai poder ficar, para qual país você vai poder ir, o quanto você vai poder gastar com hospedagem e passagem e quais meses são os melhores para realizar a viagem, dentro ou fora de temporada.

É importante levantar seu orçamento disponível para gastar com essa viagem para poder planejar todos os outros passos, então comece por ele.

Nem sempre é interessante ficar duas semanas em um país, então pense bem e faça as contas do que vale a pena e de quais lugares você quer conhecer e compare isso com o seu orçamento.

Isso vai permitir que você faça uma viagem equilibrada e que não te renda dores de cabeça na volta para o Brasil.

8. Hospedagem

A escolha da hospedagem é extremamente importante durante o planejamento da sua primeira viagem ao exterior. Dependendo dos seus interesses durante a viagem, você vai poder escolher com base na localização, preço, serviços oferecidos, entre outros.

Hoje existe uma série de sites, empresas e outros serviços que te ajudam encontrar a hospedagem que mais vai se encaixar no estilo da sua viagem.

Muita gente acaba viajando e usando o hotel apenas para dormir, tomar banho e realizar pequenas refeições. Se esse for o seu caso, evite escolher Resort e grandes redes hoteleiras que provavelmente vão encurtar o seu orçamento e dificilmente você vai utilizar os serviços oferecidos pelo hotel.

Vale lembrar que alguns hotéis, principalmente fora do Brasil, não tem o costume de oferecer café da manhã. Você pode contratar esse serviço a parte ou pode ir se preparando para não realizar as refeições no hotel.

Na hora de escolher a sua hospedagem, de preferência a locais com boa localização, com fácil acesso a transporte e, é claro, que se encaixem no seu bolso.

9. Roteiro

A montagem do roteiro é a parte preferida da maioria das pessoas no planejamento de uma viagem ao exterior.

É na descrição do roteiro que você coloca todos os passeios que deseja fazer, os lugares que quer visitar e tudo o que vai tornar a sua viagem inesquecível.

Se você não tiver muita familiaridade com o país que vai visitar você pode consultar na internet opções de roteiros pré-definidos, dicas de pessoas que já passaram por lá e isso tudo vai te ajudar a montar um roteiro ainda mais completo.

Não se esqueça de separar as atividades por data e horário deixando o seu roteiro sempre muito organizado. Uma boa dica é montá-lo no Excel. Você pode incluir os endereços dos lugares que vai visitar, telefones importantes e até o nome de guias e contatos úteis.


10. Voltando ao Brasil

Apesar de não ser tão divertido, você precisa voltar para o Brasil. E é importante, também, que neste momento algumas coisas sejam pensadas. Por exemplo: na hora de trazer suas compras e presentes você precisa saber que alguns itens não são permitidos pela nossa imigração. Alguns países limitam, inclusive, o preço e a quantidade de certos produtos que você pode trazer. Então fique de olho nos itens que são permitidos na sua bagagem de mão e na bagagem despachada para evitar problemas.

Muita gente acaba exagerando nas compras e precisa adquirir outras malas para comportar tudo que comprou. Não se esqueça de verificar quantas bagagens a sua passagem e a companhia aérea permitem que sejam despachadas.

Agora que você já tem todas essas dicas em mãos, o que está esperando para preparar a sua primeira viagem para o exterior?

What's Your Reaction?

like
0
dislike
0
love
0
funny
0
angry
0
sad
0
wow
0