Saiba o que fazer quando o "acqua alta" atinge Veneza

Está com passagem comprada e hotel reservado em Veneza, mas a cidade inundou? Confira essas dicas de como aproveitar Veneza durante o "acqua alta".

Saiba o que fazer quando o "acqua alta" atinge Veneza

Veneza é uma cidade encantadora, conhecida por seus charmosos passeios de gôndola, edifícios e praças históricas e também por suas inundações. O fenômeno acqua alta normalmente ocorre entre o outono e a primavera, quando a elevação das marés atinge a parte mais baixa da cidade. Desde a metade novembro Veneza vem sofrendo um de seus piores alagamentos desde 1923, com a água chegando a 1,93m de altura.

Está com passagem comprada e hotel reservado, mas a água dos canais tomou a cidade? Apesar de ser uma situação extremamente preocupante para aqueles que vivem por ali, não se desespere. A cidade não para, e portanto, existem formas de aproveitar o passeio mesmo durante o aqcua alta e não perder as férias. Confira algumas dicas para tornar

 

Conheça as zonas afetadas

Praça de São Marco inundada (Imagem: All That's Interesting/Divulgação)

Alguns pontos da cidade sofrem mais do que outros. As ruas mais movimentadas já contam com pequenas estruturas de ferro que funcionam como passarelas durante a maré alta. A Praça de São Marco, por exemplo, além de ser um dos pontos mais procurados por turistas, é também onde você vai encontrar a água mais elevada. Isso porque a praça fica localizada em uma das zonas baixas da cidade.

O bairro Dorsoduro é outro ponto de interesse turístico e que sofre muito com o acqua alta. É um dos lugares mais charmosos, de Veneza e abriga igrejas importantes, como a Basílica de Santa María della Salute, San Barnaba e Santa Maria del Carmine.

 

Calce botas próprias para inundação

Ao sair para passear, não se esqueça de calçar galochas, botas próprias para caminhar na água, mesmo que a maré não esteja alta. Ela pode subir eventualmente. Isso vai evitar que você passe algumas horas molhado e pegue uma gripe daquelas. Alguns hotéis costumam fornecer esses calçados para seus hóspedes, mas você também pode encontrar lojinhas espalhadas pela cidade.

 

Acompanhe a previsão através de aplicativos

O ciclo de maré alta é conhecido pelos locais. Ela costuma aumentar em horários específicos. Ainda assim, pouco antes da maré subir, sirenes soam pela cidade. Mas o ideal mesmo é acompanhar a situação minuto a minuto através aplicativos como o Hi!TideVenezia. Ele permite que você monitore o nível da maré a qualquer momento, além de fornecer previsões para os dias seguintes. Também te informa como está a situação em pontos específicos da cidade.

 

Prepare bate-voltas

Basílica de Santo Antônio de Pádua (Imagem: Wikipedia/Didier Descouens)

Se você programou uma longa estadia em Veneza e cansou de depender das inundações, existem algumas cidades próximas que podem ser destino para um bate-volta.

Pádua fica a 38 quilômetros a oeste de Veneza, o equivalente a uma viagem de 30 minutos de trem. Um dos grandes atrativos dessa cidadezinha é a Basílica de Santo Antônio, onde o ícone religioso nascido em Portugal está enterrado. A encantadora praça Pratto della Valle também é um destaque. Os amantes de arte não podem perder a Capela dos Scrovegni, que abriga frescos do pintor italiano Giotto.

Vicenza, cidade próxima à Veneza (Imagem: Maddalene101/Divulgação)

Outra cidade próxima e que vale o bate-volta é Vicenza. O local é reconhecido internacionalmente por ser berço da arquitetura Palladiana. Porém, não se trata de uma cidade repleta de turistas. Como uma típica cidade do Vêneto, conta com belíssimas praças e palácios. A viagem entre Vicenza e Veneza leva apenas 45 minutos de trem.

Com essas dicas e um bom planejamento, não há acqua alta que atrapalhe sua estadia em Veneza. Ciao!

What's Your Reaction?

like
0
dislike
0
love
1
funny
0
angry
0
sad
0
wow
0